Abismo,

Sim, eu tentei o suicídio, á exatamente 9 anos.
Sim, eu tentei e não foi só uma vez.

Eu sofro de Depressão, uma doença silenciosa, que infelizmente muitas pessoas não entendem.

As pessoas questionam e sempre realizam aquelas perguntas clássica:

“Como pode ser doença? Não sente dor!”

“Isso é frescura!”.

“Isso é corpo mole para não fazer nada”.

“Tem tanta gente doente, com câncer, doente do coração, entre outras. Depressão! Isso não é doença.”

Já ouvi tantas coisas, e cada vez eu piorava, mais e mais. A depressão é uma doença que não tem idade, é a doença da alma, do cérebro. E precisa ser levada a sério, tratada com medicamentos, terapias.

Você não fica com depressão porque quer. Por isso fique atento com a pessoas com que você convive, ficar atento as alterações de humor, atitudes, hábitos do cotidianos.

Eu fiz os tratamentos, sofri muito quando o médico me diagnosticou com “Depressão Adquirida na Infância” e “Depressão Extrema de Profunda Tristeza com Síndrome do Pânico”, eu cheguei no fundo do poço, estava atolada na lama.

Depois do ato de tentar tirar a minha vida, vem a culpa, e os julgamentos, as perguntas. Você se torna vigiado o tempo todo. A angustia, um vazio sem fim dentro da alma. Tudo era cinza. É como senão existisse cor no Mundo.

Não desejo está doença para nenhum ser humano. É uma luta diária, com o seu eu, com os julgamentos dos outros.

Mas existe uma corda no fim do poço.

Fora os tratamentos médicos, precisamos de Amor, compreensão, apoio para não largar os tratamentos.

Hoje não sobrevivo. Eu Vivo! Curada? Não sei. Mas hoje vejo que o Mundo é colorido, e entendo que se faz necessário se tratar.

Meu recado é que, as pessoas em vez de ficarem fazendo julgamentos, auxilie seus amigos, parentes, seja quem for, á procurarem ajuda médica, e não largarem o tratamento.

Pois existe o perigo de recaída, e o que era uma tentativa de suicídio, vira realidade. Sozinho é impossível de se curar.

Depoimento por: Andréia Araújo Paula e Silva

#nãoaosuicido #simparaavida