A Series of Unfortunate Events (Desventuras em Série) chegou como uma das grandes apostas do primeiro trimestre da Netflix.

A série é baseada nos treze livros de Lemony Snicket e, além de seguir totalmente os livros, é muito parecido com o filme de 2004 estrelado por Jim Carrey.

A série conta a história dos Baudelaires, três órfãos que perderam seus pais em um terrível incêndio. Violet, a mais velha, é muito inteligente e criativa e usa suas habilidades para inventar coisas inusitadas com poucos materiais; Klaus, o do meio, é um devorador de livro, tendo lido diversos livros sobre todos os assuntos e Sunny, a mais nova, com os dentes mais afiados que qualquer pessoa já viu e um linguajar um tanto comum para bebês, mas entendível por seus irmãos.

Toda a trama é narrada por Lemony Snicket, que quebra a quarta parede e interage com o telespectador de uma maneira não tão vista em séries.

Como sua mansão pegou fogo, os Baudelaires recebem assistência de Sr.Poe, um banqueiro (com uma terrível tosse que não passa nunca), que tenta ajudá-los da melhor maneira possível – ás vezes não sendo a melhor maneira mesmo, auxiliando os jovens em relação a sua enorme fortuna e ao tutor que deve recebê-los, mas que nunca foram vistos pelas crianças ou citados por seus pais. Um tanto suspeito, não?

Os órfãos são mandados para a casa de Conde Olaf, um péssimo ator que está apenas interessado na fortuna das crianças, com tendências a exagero e abuso de poder, obrigando-as a fazerem trabalhos domésticos e viverem em um quarto com apenas uma “cama” e péssimas condições. Olaf conta também com uma trupe, que sempre o ajuda nas trapaças para roubar a herança.

Com o decorrer da série, as crianças passam por outros tutores: Tio Monty, um  herpetologista apaixonado por animais exóticos, que mostra uma compaixão enorme pelas crianças, oferecendo-lhes um lar com diversos répteis e Tia Josephine, uma viúva um tanto complicada, que tem medo de tudo (principalmente corretores), ama gramática e que mora em um penhasco próximo ao Lago das Sanguessugas. Apesar da esperança em ter um lar normal, Conde Olaf sempre persegue os Baudelaires em busca da fortuna e acaba acrescentando mais tragédia à vida das pobres crianças e de seus tutores.

Descobrimos também um pouco sobre o mistério que envolve os pais dos órfãos e sobre o incêndio que os matou, sobre a sociedade que estavam envolvidos, a luneta típica da sociedade e o desenho do olho, que está em tudo, inclusive tatuado no tornozelo de Conde Olaf.

Os quatro primeiros livros são retratados na primeira temporada da série e assim será durante as próximas duas temporadas. Como no filme, a série não deixa a desejar e é realmente muito parecida com os livros e o filme, tendo muitas falas iguais e até atores muito parecidos, como os atores que interpretam Violet e Klaus no filme e na série.

Com um quê de suspense e totalmente atemporal, a série promete muito e deverá agradar até os mais exigentes amantes de séries.

Trailer:

Você pode conferir um post do Buzzfeed sobre a série!