A apresentação da Reserva no SPFWN43 seguiu o modelo see now, buy now. As roupas começaram a ser vendidas nas lojas e e-commerce da marca simultaneamente ao fashion show. A roupa é funcional, pensada e criada para os hábitos de vida e consumo do homem brasileiro.

Alguns highlights da coleção:

· O universo da rua é tendência forte da temporada e traz junto o conceito oversized. Vestir uma peça maior do que o seu tamanho real está liberado e aprovado;

· A parka, ícone da marca, agora vem em Liocel (tecido tecnológico leve e macio, graças às fibras naturais), além da sarja de algodão e lã;

· O nosso militarismo é crítico. Paz e amor, por favor! Por isso a estampa camuflada é feita com manchas orgânicas e aparece em jaquetas, parkas e overshirts.

· A flanela de viscose é bem mais fresquinha é ideal ao clima brasileiro;

· A alfaiataria, e até o terno, é multiuso. Em linho ou sarja leve, aparece mais solta em produções feitas por um homem jovem de alma;

· O upcycling também tem vez. Parte dos aviamentos da coleção é feita a partir de calças iron com defeito. Em vez de irem ao lixo, reaproveitamos para “pimpar” as parkas;

· A cartela é composta de tons neutros: verde-militar, cáqui, paçoca e azul-marinho, pontuados de preto e vermelho – cores institucionais da Reserva – e amarelo cítrico;

· Em colaboração com a tradicionalíssima Liberty London, resgatamos suas primeiras estampas e relançamos agora na camisaria e nos calçados da coleção;

· E, para completar, um outro Pica-Pau (além do da logomarca) invade nossa apresentação: em parceria com a Universal Studios, desenhamos uma pequena linha usando a primeira versão, um tanto doidona, do desenho animado. Qualquer semelhança é mera coincidência.

Fonte/ TATIANA AVILEZ