A versatilidade de um artista colocada à prova no remake de DZI Croquetes

Ícone de irreverencia na década de 70, o DZI Croquetes era uma trupe de 13 homens que, com visual exuberante, maquiagem pesada e trajes femininos, conquistaram fãs no Brasil, França e, com convites para fazer turnê em Londres e depois Nova Iorque, o grupo chega ao fim com o retorno de alguns integrantes ao Brasil.

O DZI Croquetes ainda hoje influencia o teatro brasileiro tendo ganho inúmeros prêmios com seu documentário de 2009 e diversas apresentações pelo Brasil em novas montagens do espetáculo.

Ciro Barcelos, que fazia parte do DZI Croquetes, já se prepara para uma nova turnê, sim, com jovens atores que estão sendo colocados à prova para esse novo remake.

Dentre os atores que sobem ao placo do Teatro Augusta em 09 de Junho trazendo o retorno do DZI, está Julio Oliveira, jovem ator que fez sucesso em TiTiTi na Globo, 10 Mandamentos na Record e está em cartaz com peça de sua autoria e direção, Eu Nunca.

“Recentemente assistindo sua peça EU NUNCA, me emocionei muito com seu desempenho como ator, diretor e produtor. Não tive dúvidas em fazer o convite para que, assim como outros jovens atores que passaram pelo DZI, pudesse surpreender o público pela ousadia e quebra de paradigmas. Agora chegou a vez do Julio e será um prazer tê-lo entre nós.”, afirma Ciro Barcelos – Diretor e Coreógrafo do espetáculo.

Julio Oliveira, 27 anos, ator e diretor, vê no DZI a chance de levar ao extremo sua capacidade de interpretar. Seu primeiro trabalho, em 2010, já em uma grande emissora de TV, tirou o ator das vendas de coxinhas para pagar os cursos de teatro e o levou ao papel de Angelo, motoboy, que se envolve com uma mulher quase 30 anos mais velha, interpretada por Betty Gofman. Júlio, já começava sua carreira como ator sendo colocado à prova.

Já na emissora Record, Julio esteve no elenco principal de Os 10 Mandamentos como Chibale, outro papel que deu a chance do ator de mostrar sua versatilidade.

Com o convite para compor DZI Croquetes, Júlio quer trazer aos palcos toda sua experiência como ator, dançarino e diretor e promete: “Dzi nunca foi tão atual como agora. Estou realizado com o convite e convicto do quão esse espetáculo precisa ser remontado agora. Basta conhecer um pouco da história dele e olhar pro cenário do nosso país.”

Todos os envolvidos com a produção estão com alta expectativa: “A experiência de trabalhar com o Julio é muito gratificante, pois é um ator completo, tem visão de direção e produção. Profissionais dessa qualidade somam em toda montagem, presenteando o público com um ótimo resultado no palco.” Afirma Alexandre Bissoli, produtor do espetáculo.

Então, todos convidados para essa que promete ser a montagem do ano nos palcos paulista.

Serviço:

Teatro Augusta

DE 09 de Junho a 28 de Julho de 2017.

Ingressos: R$ 80,00 inteira, R$ 40,00 meia (mediante apresentação de comprovante)
Horários: sextas 21h30
Sala: Paulo Goulart – 304 lugares
Gênero: Teatro Musical Brasileiro
Duração: 90 minutos
Classificação: 14 anos