Crédito da Imagem: UOL

Obra de Luciana Boschi trata da análise vocacional e profissional a partir da observação de letras e traços

A fim de levar ao leitor o que ocorre no mundo e seus reflexos nos campos da educação, trabalho e organizações, a psicóloga e especialista em grafologia, Luciana Boschi, está lançando a 3ª edição do livro “Grafologia e Profissões – Orientação Vocacional através da Escrita”. A obra é fruto de um vasto trabalho de pesquisa realizado pela autora ao longo de uma década.

Luciana reuniu os mais diferentes significados, desenhos e movimentos gráficos, transformando-os num verdadeiro acervo para pesquisa e estudo.

De acordo com a autora, a ideia de transformar suas pesquisas em livro surgiu da necessidade de orientar os estudantes em busca de suas trajetórias profissionais, bem como auxiliar especialistas de Recursos Humanos que querem ter a grafologia como mais uma ferramenta para a identificação de comportamentos e talentos relativos às ocupações organizacionais.

O que é a grafologia?

A grafologia é a análise da personalidade e do caráter observada na escrita. Neste sentido, seu campo de aplicação torna-se infinito, pois tudo que envolve o comportamento humano pode ser subsidiado por ela.

Um arquiteto, ao elaborar um projeto de decoração, pode recorrer à grafologia como ferramenta de diagnóstico para ter mais informações sobre seu cliente e, assim, traçar o ambiente em harmonia com a personalidade da pessoa.

Um professor pode distinguir melhor seus alunos e até mesmo identificar sinais de alarme na conduta de crianças e adolescentes pela observação mais aguçada de suas escritas. Um médico também pode ter uma análise clínica facilitada pela grafologia quando, ao avaliar a escrita de um paciente, identifica degenerações gráficas motivadas por doença ou disfunção orgânica (Grafopatologia).

Terapeutas igualmente tem lançado mão da ferramenta para auxiliá-los no diagnóstico de seus atendimentos, bem como advogados e juízes recorrem aos laudos grafológicos para avaliar mais a fundo a natureza de seus clientes. Neste sentido, as pessoas, de uma maneira geral, também podem buscar se conhecer mais pela escrita (laudo individual para o autoconhecimento) e até identificar qual profissão seguir ao observar na redação suas habilidades e competências.

Luciana e seu livro, que ajuda a traduzir a grafia para várias finalidades

Uma das coisas que chamou a atenção foi o cuidado que Luciana teve para que cada escrita estivesse relacionada a uma profissão e que cada um dos participantes fossem profissionais de sucesso em suas áreas.

Portanto, meu caro leitor, você tem em mãos uma gama de campos de atuação, com suas características e descrições de atividades, incluindo o perfil de habilidades e competências, indicativos de como deve ser a escrita deste profissional e um grafismo para lustrar cada profissão. Use e abuse dessa ferramenta!