Você tem apenas 7 segundos para causar a primeira impressão
Você tem apenas 7 segundos para causar a primeira impressão

Falar com desenvoltura em público não é algo tão fácil para algumas pessoas. Seja por medo ou timidez, nem todos conseguem se comunicar de forma adequada para conseguir vender um bom produto ou ainda para realizar uma boa apresentação para chefes, clientes e colegas.

É justamente em decorrência da má comunicação que alguns profissionais não conseguem se destacar e ocupar posições estratégicas nas empresas. “Manter uma boa comunicação em público é algo importantíssimo para todo o profissional, independentemente da área de atuação, pois ajuda a convencer clientes e defender pontos de vista”, afirma a fonoaudióloga e coach Patricia Antoniazi.

Sabia que você tem apenas 7 segundos para causar a primeira impressão correta? “Assim que fizer a sua entrada, transmite sinais verbais que determinam como os outros o veem. Nos negócios, aqueles primeiros 7 segundos cruciais podem determinar se ganhará ou não aquela nova conta, cliente ou triunfará naquela negociação tensa”, conta Antoniazi.

Está confiante? Confortável? É sincero? Está contente por estar aqui? Durante os 7 segundos bombardeiam o seu interlocutor com “sugestões” sutis. E mesmo que as pessoas o percebam ou não, elas reagem imediatamente às suas expressões faciais, gestos, postura e energia. “Elas reagem à sua voz – tom e colocação. Os públicos, sejam constituídos por uma pessoa ou 100, instintivamente tentam dissecar os seus motivos e atitudes”, explica Patrícia.
De acordo com a especialista, para melhorar o desempenho no meio corporativo e impulsionar a carreira, além de uma comunicação com clareza, o indivíduo deve demonstrar tranquilidade durante a conversa em público, ter atenção com as palavras e disposição para se comunicar com os demais colegas.

“Deve ser mais do que um simples mensageiro. Qualquer mensagem que tenta transmitir deve conter uma parte de si. Caso contrário, não terá credibilidade e não irá estabelecer ligações reais com quem conversa”, avalia a fonoaudióloga.

Saiba como melhorar o desempenho na comunicação

pccvocalPara melhorar a comunicação é importante que o indivíduo fique atento à flexibilidade vocal. Segundo Patricia, a entonação da voz em uma apresentação deve ser mais precisa e marcada para transmitir uma credibilidade maior ao público. Não basta trabalhar muito e fazer um excelente trabalho. “Para ser bem-sucedido, deve aprender a se comunicar bem com os outros. Evite passar as informações de forma corrida e apressada porque passa a impressão de que você deseja encerrar o diálogo de forma breve”, recomenda.
Todo discurso deve ter velocidade média. É preciso fazer pausas em pontos estratégicos e mudar a entonação da voz para atrair a atenção do ouvinte. “Realize a respiração mais prolongada, soltando o ar lentamente durante a fala porque ajudará a deixá-lo menos ofegante. Outras vantagens é que ajuda a diminuir a ansiedade, nervosismo e insegurança antes ou durante a apresentação. Sim, as pessoas são humanas. E onde quer que as encontrem elas anseiam por serem ouvidas e respeitadas”, orienta a fonoaudióloga.
A recomendação da especialista é que o indivíduo concentre-se nos outros; expanda o vocabulário de ligação além de meras palavras; busque toda a energia para conectar-se; encontre pontos em comum; simplifique a comunicação; capte o interesse das pessoas, respire e seja autêntico.

 

Cuidado com o visual

Foto Reprodução
Foto Reprodução

A vestimenta é a primeira a ser vista quando iniciamos o contato com o outro. De acordo com a coach, se estiver bem apresentado e utilizar o vestuário adequado à situação já é um bom princípio. “Elimine todos os hábitos pessoais ou tiques que possam gerar distrações. Sendo assim, evite realizar gestos em excesso ou repetidos, como: colocar as mãos nos bolsos, colocar os braços nas costas ou fazer movimentos amplos que significam invasão”, orienta.
Por fim, cuidado com as expressões faciais repetidas e exageradas. “Sua face vai sempre lhe ‘denunciar’, portanto, comunique algo positivo. O movimento transmite sempre uma mensagem clara, mantenha uma postura aberta. Evite basear as informações e ideias apenas em “achismos”, pois dá a entender que você não tem conhecimento sobre aquilo que está abordando. As pessoas podem ouvir suas palavras, mas elas sentem a sua atitude. Lembrando que toda colocação deve ser feita de forma respeitosa”, conclui Patricia.