Nesta última sexta dia 29 de Setembro foi lançada oficialmente a nova música “Nem o Google acha”, da Cantora Thayná Bitencourt. Uma música dançante, gostosa de ouvir, pra todas as idades e detalhe chiclete, já tem mais de 300 mil views no seu canal no Youtube.

Vale lembrar que a cantora esta concorrendo ao Prêmio Multishow 2017  numa nova categoria com votação popular, a de “Melhor Cover da Web”.  Thayná Bitencourt está entre cinco jovens cantoras, que fazem sucesso no YouTube com versões de grandes sucessos, elas vão disputar o prêmio de melhor interpretação. Para votar acesse o link: http://multishow.globo.com/especiais/premio-multishow-2017/materias/vote-na-2-fase-do-premio-multishow-2017.htm

foto Carlos Torres

E ela não para Thayná foi uma das atrações do Palco Mundo no Digital Stage do Rock in Rio 2017 e levou a galera ao delírio com suas interpretações, ela realmente é diferenciada, deixando de ser a “cover da Web” pra trilhar o mundo como cantora, e esta conquistando cada vez  mais fãs nacionalmente.

” Quando vi que repostou meu vídeo cantando sua música “acordando o prédio”, eu pensei que estava sonhando kkkk ( disse Thayná referindo-se a Luan Santana)

 

Thayná não nega que se espelha em alguns ídolos entre eles,  Luan Santana, que há anos trilha em direção à tendência do “popnejo”. “Ele tem voz, postura de palco, estilo, repertório. Ele é único para mim. Eu me espelho muito no Luan, muito por influência dele”, revela a cantora, que afasta o rótulo de musa adolescente. Inclusive recentemente o ídolo a elogiou em seu instagram, ” Quando vi que repostou meu vídeo cantando sua música “acordando o prédio”, eu pensei que estava sonhando kkkk

Divulgação

Outra referência? Legião Urbana. “Escuto de tudo, mas também sou muito fã do Renato Russo. Ele era muito inteligente, e as letras da Legião Urbana são incríveis.” Estaria aí a origem do vozeirão seco, grave e dramático de Thayná?  Não é para tanto. “Sou muito fã da Marília Mendonça também. E é uma honra se sou comparada a ela. Mas eu ainda não componho. Preciso levar uns chifres para saber compor tão bem quanto ela. (risos)”. Essa menina vai longe.