Peça que conta a vida do sambista acontecerá em curta temporada dos dias 03 a 12 de agosto, no Teatro J. Safra em São Paulo

O cantor, compositor e escritor, Martinho da Vila, que completou 80 anos, em fevereiro, está recebendo mais uma homenagem do teatro, dessa vez em São Paulo. Com direção de William Vita, a peça musicada “Martinho da Vila 8.0 | Uma Filosofia de Vida”, de Ana Ferguson, Luiz Marcelo Legey e Solange Bighetti, segue em temporada do dia 03 a 12 de agosto, com apenas seis apresentações, no Teatro J. Safra, na Barra Funda, em São Paulo.

 

A peça foi lançada pela primeira vez no Rio de Janeiro, em maio deste ano, e Martinho afirma ter ficado muito emocionado ao prestigiar sua própria trajetória: “Eu me vi menino, no início da fase adulta e já mais velho. O Martinho maduro parece que sou eu mesmo. Todos os atores são muito bons, a peça é ótima! Passou um filme na minha cabeça e me emocionei muito”. Agora na capital paulista a peça promete continuar emocionando a todos os espectadores.  

 

O espetáculo tem como curadora Cléo Ferreira, esposa do sambista, e contará a vida de Martinho da Vila, com base no livro “Memórias Póstumas de Teresa de Jesus”, publicado por ele, além de uma vasta pesquisa no acervo e entrevistas com o artista. O público irá se deliciar com trechos dos seus principais sucessos, como “Devagar, devagarinho”, “Disritmia”, “Mulheres”, entre muitos outros. No cenário, projeções de fotos e os ambientes que retratam a sua vida pessoal e profissional desde a década de 40 até os dias atuais.

 

“Depois que o Martinho recebeu o título de Doutor Honoris Causa, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em outubro de 2017, nos sentimos na obrigação de levar ao conhecimento do público, toda uma história de vida ligada ao movimento negro e preocupação com a língua portuguesa nos países lusófonos. Além disso, falar da sua carreira artística de grande sucesso, ao longo de seus 80 anos”, explica uma das roteiristas Ana Ferguson.

 

Caberá aos atores Victor Hugo, Junior Vieira e Nill Marcondes, a responsabilidade de interpretar Martinho da Vila, nas fases criança, jovem e adulta, respectivamente.